Agora é viver

Queridos leitores

Como tem sido difícil essa fase de pré-lançamento! Estou sendo solicitada para entrevistas em programas de televisão, revistas e jornais, além de sondagens sobre outros projetos, como a produção de um filme com base no livro.

Tudo isso é maravilhoso mas, ao mesmo tempo, mexe muito comigo. Está sendo um intenso mutirão de psicanálise! Mal consigo respirar depois de uma entrevista e já tenho que falar novamente sobre minha dor, para outro jornalista ou para as câmeras. Mais uma vez preciso lembrar sobre os terrores do passado, temores que ainda estão marcados em mim, e como isso dói! Mas é o quero fazer, escolhi e vamos em frente .

Está sendo um aprendizado importante e sofrido. Eu mesma escolhi essa vida, porque os sofrimentos que passei fizeram surgir em mim o sentimento de que preciso ajudar ao próximo. Desde pequena sinto isso, mas não conseguia enxergar. Hoje aceito essa missão e estou muito feliz, embora tudo seja ainda estranho para mim. Tudo que é novo a gente estranha nao é? 

Há poucos dias fui ao programa de Márcia Peltier e gravamos uma hora de conversa. Desde o começo, eu já estava nervosa e com vontade de chorar. Quando a entrevista acabou, desabei. Não pude mais segurar as lágrimas e soluços. Então ela me abraçou e me disse:

Sabe que você é uma vitoriosa? Você sobreviveu, e isso já basta! Além do mais, você está neste mundo com uma grande missão.

– É verdade…” – pensei. E fui me acalmando. Minha missao é essa mesmo: ajudar ao próximo e quem sabe ter minha propria ONG? tumblr_lxrfnd5VxL1qlagsuo1_500

É uma pena que minha família ainda não enxergue isso.  Mas tenho a esperança de que, um dia, todos vão me apoiar.  É isso que falta para que eu me sinta em paz e feliz.

Tenho muito amor por meus familiares – meus pais, meus irmãos, avós, tios e primos – e mesmo sabendo que não posso agradar a todos, para mim seria extremamente importante que me apoiassem.

O livro está pronto. Na quinta-feira, 18/04, será lançado.  Tudo está dando certo. A batalha é difícil, mas as lutas continuam. Sou forte e sei que vou conseguir! Quero mais muito mais. Nao cheguei aqui a toa .  Dia 18 estaremos juntos! Obrigada a todos voces pelo carinho e força.

Um beijo,

Isa.

 

  • Daniele Facklam

    Acabei de ver uma entrevista sua com a Márcia e vc disse palavras,frases que tb já falei e sei o quanto dói.Nao conehcia sua história familiar,mas saiba q eu já ida dormer,mas abri meu notebook p procurer seu blog e dizer: “Vc é uma guerreira estruturada na sua dor,fé no seu amor próprio e de seu filho(a) “.Isso aí ,caminhar é preciso!Tentarei ir ao lançamento.bj,Daniele Facklam

  • CLAUDIA

    HOJE EU VI SUA ENTREVISTA COM A ANA MARIA BRAGA, FOI SURPREENDENTE.
    PARABÉNS.

  • Si Oliveira

    Parabéns pelo livro e pela superação da sua família.

  • http://www.facebook.com/valdirenen.resende.resende Valdirene N. Resende Resende

    Assistir parte da sua entrevista no programa da Ana Maria Braga, espero que toda essa sua exposição possa ajudar pessoas que passam pela dor que vc passou e que evite que outras famílias vivam isso. Q. Deus ilumine vc e sua família, Parabéns pela coragem e força.

  • Fátima

    Querida Isabella,

    ” Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o
    Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. Josué 1:9

    Peça para Deus curar a sua dor!!!

    Com carinho

  • Maria Helena

    onde comprar este livro?

  • Mauricio Junior

    Linda, linda,linda…vamos criar a ong ?

  • Mauricio Junior

    comprei o livro na saraiva.com Maria Helena

  • Mauricio Junior

    Isa, nos grupos anônimos tem a 5 tradição que fala que temos um único proposito, levar a mensagem ao adicto que ainda sofre, e na sexta tradição fala pra gente tomar cuidado para que propriedade, prestigio e dinheiro nos desviem do nosso propósito primordial, preciso de voce guerreira, não se deixe levar pelo glamour que a TV te dá por alguns instantes, seja solida, mesmo sem te conhecer (pessoalmente) ja te amo meu amor !

  • Marina Dalle Nogare

    Parabens Isabella por abrir o seu coração e a sua historia para quem precisar conhecer esses caminhos de sombras e não acha a saída. Tinha procurado muita informação sobre os problemas decorrentes do convívio com a droga, mas não tinha achado um depoimento tão verosímil sobre co-dependentes. Espero que o seu livro possa me abrir portas como o da Drew Barrymore abriu para você. Obrigada por este ato tão generoso. Marina

  • Fabiana Cristina Figueiredo

    É melhor sofrer sendo rica, pois você pode fazer psicanalise, abrir soho..imagina para quem é pobre. Penso nisso.

  • Maria do Socorro

    Oi Isabella, parabéns pela coragem, principalmente numa sociedade que vive da aparência do bem viver, ouvir seu relato me dá força e ânimo. As recaídas nos tira da ilusão da cura, do filho idealizado e da codependência, precisamos ser fortes e viver de forma funcional, apesar das nossas emoções de medo e ansiedade. Vamos em frente…