Seja você, simples assim …

(Esse post é dedicado a um seguidor de meu blog.)

 

“Não pare de escrever…” – pediu uma pessoa amiga deste blog. Logo que li o e-mail, sem ligar para o relógio que apontava 4 da manhã, resolvi fazer estas linhas que estou postando agora.

 

Continua em foco o transtorno da pessoa borderline. Como contei no post anterior, aprendi uma coisa que tem me ajudado muito. O diagnóstico que ouvi do meu médico me fez entender e aceitar o modo como me sinto e algumas atitudes imprevisíveis que tenho às vezes. Não exagerei quando escrevi que “agora estou pisando em uma terra mais firme e me sinto mais segura”.

Mesmo antes de saber do meu transtorno borderline, a minha psicóloga já me mostrava um ótimo caminho: ser eu. Respeitar a mim mesma, com todas as “loucuras”, sem me sentir culpada, sem me sentir um nada .  Ela estava em uma linha de pensamento comigo, de me dar metas, mesmo que fossem curtas. Mas aos poucos fomos vendo que isso é uma furada para o borderline.

 

Quem tem esse transtorno, ou conhece alguém assim, sabe que em um momento estamos de um jeito, “em uma ponta”, e no instante seguinte já estamos “em outra ponta”.

 

Então, agora a minha meta é viver cada dia. Um dia de cada vez. Só isso. A meta é não ter meta. Isso mesmo!

 

“Huhu! Que delícia! Isso é moleza!” – você pode estar pensando. Mas não é fácil. Nem um pouco. Imagina você nunca saber como vai estar seu humor?

Eu sempre fico numa paranoia de que não posso estar mal, de que devo ser feliz para agradar a sociedade! Mas nessa preocupação de agradar os outros eu me esqueço sempre de agradar a mim mesmo, ver minhas próprias vontades. Então a partir do momento em que percebi isso, comecei a me exigir menos.

 

Hoje, observo como acordo e vivo o momento. Pelo menos tento fazer isso. Mas também sei que preciso escutar quem está do meu lado e me dá certos parâmetros. Alguns remédios, por exemplo, ora provocam uma fome exacerbada, ora tiram completamente o apetite. Então deixo que me guiem um pouco porque, se deixar solto, ou como tudo o que vir pela frente ou não como nada… A medicação mexe muito comigo não é fácil pois como tudo tem o lado bom que me dá mais estabilidade mas ao mesmo tempo sofro vários efeitos colaterais terríveis .

 

Enfim, meus amigos, “agora é viver”, como diz o título do meu primeiro livro.

 

VIVER de verdade tem sido minha meta sem meta.

 

Esse ano larguei tudo o que eu tinha começado e que poderia me frustrar. Afinal, não sei lidar com frustrações. Por isso estou me “blindando” de todas as formas para não me frustrar. Eu criava metas longas , planejamentos a longo prazo e isso para um boderline é muito dolorido , pois a gente não consegue mante las .

Nossa! Como tenho vivido dias mais felizes!

Opa! Seria exagero falar em “dias” felizes? E “horas”, pode ser? OK, horas mais felizes e plenas. Hoje, por exemplo, eu tive que ir a uma festa e de repente não queria ir, mas precisava, era “obrigada” a ir. Mal cheguei lá, tudo o que eu queria era ir embora. E simplesmente fui. Isso mesmo. Fui embora. Simples assim.

Foi muito estranho, porque quando cheguei na festa comecei a passar mal, e quando saí, já no carro… pronto! Passou toda a angústia. Eu já estava feliz de novo.

Agora que sei meu diagnóstico, ficou mais fácil lutar contra essa história de pensar só no outro e esquecer de mim. Estou conseguindo viver com mais leveza e sentir menos medo.

Agora sei que, quando sinto medo, é a minha doença falando. E tenho minhas ferramentas para lutar conta ela. Algumas vezes, a crise é maior, mas estou conseguindo vencer a doença. Com fé em Deus. E com terapia, técnicas de respiração, exercícios físicos, entendimento de que eu sou assim e preciso aceitar minhas limitações, não consigo fazer certas coisas… mas sei que também tenho grandes qualidades.

Por tudo isso, o que tenho para lhe dizer hoje é o seguinte:

Seja você. Respeite-se. Respeite suas vontades!

Tenho certeza que assim você vai se sentir bem mais feliz!

Beijos, Isabella

733984_4519033624919_6085870_n

  • Thaissa Gorberg

    Muito bom Isa!!! Adorei!!! Continue escrevendo e ajudando a todos nós com problemas de vários tipos!!! Bjs