Uma história de dor e superação

Boa tarde queridos leitoes,
Quero compartilhar com vocês a gestação de meu livro, que está para “nascer” em abril. É uma grande alegria, mas ao mesmo tempo está sendo tão difícil para mim!…
Quando resolvi escrever o livro, criei este blog. Em setembro de 2010 postei aqui o “Prefácio do meu futuro livro”. Na verdade esse prefácio (que ainda se pode ler clicando aqui no blog) não estará no livro dessa forma, mas foi a partir dele e dos textos que vieram depois que comecei a transformar em narrativas do livro os meus sentimentos e aprendizados. Até mesmo o título ainda está sendo estudado com a editora. Acho que não mais será “Começar de novo”. Logo que estiver decidido, informarei em primeira mão neste blog.
Com o apoio dos amigos e leitores, fui dando vida ao sonho de escrever minha história para ajudar outras pessoas que sofrem de situações semelhantes, como a codependência. Dessa forma comecei também a construir minha carreira de escritora. Quem lê um livro não imagina como é trabalhoso! Mas ao mesmo tempo é muito gratificante, vale a pena o esforço.
Mas não recebo só apoio. Algumas pessoas muito próximas mostram-se temerosas, por minha decisão de revelar meus sentimentos e minha vida, tanto no blog quanto no livro. Não entendem. Acham que isso pode ser ruim para minha família. Mas eu tenho certeza de que não será ruim, pelo contrário.
“O falar cura”, já dizia Freud. Quanto mais iluminamos um problema e o encaramos de frente, torna-se mais fácil vencê-lo. Quanto mais colocamos para fora a nossa dor, ela dente a diminuir e passamos a lidar com suas causas de uma forma mais madura e melhor. Se contarmos nossa história verdadeiramente e sem medo do julgamento dos outros, haverá menos espaço para fofocas e distorções.
Minha família e eu estivemos expostos durante mais de trinta anos, não por minha causa e sim pelos problemas que meu pai teve. Por ser uma pessoa pública, ele teve sua vida  muito exposta na mídia. E nem tudo o que saiu na mídia é verdade. No meu livro, a verdade será dita com muito amor, compaixão e respeito por minha família. Meu pai é um homem maravilhoso, mas foi vítima da droga e de uma doença psíquica mal diagnosticada na ocasião. Hoje, ele está livre da droga e é o maior entusiasta do meu livro.
Minha meta é ajudar outras famílias que estão expostas ao crack e a outras drogas. Quero dar meu testemunho de dor e de superação, além de um grito de alerta sobre o mal que a droga faz e o quanto ela muda o caráter de uma pessoa.
Meu livro está sendo umas de minhas maiores lutas. Desde quando comecei a escrevê-lo, até agora. Apesar de todas as dificuldades, essa experiência me deixa muito feliz. Feliz com o interesse que o livro já está provocando. Feliz com a força de tantos leitores e de meu pai.
Feliz por contar com a parceria de uma editora maravilhosa. Feliz por ver a ajuda que poderei prestar a muita gente. Essa felicidade, porém, não está sendo completa porque algumas pessoas ainda tentam me convencer a não publicar meu livro. Ainda não entenderam que ele será um instrumento de amor e verdade.
Não posso agradar a todos. Não quero voltar a viver de novo como codependente. Não sou mais. Superei. Tenho que ser forte e não me deixar abalar por ninguém, mesmo que sejam pessoas a quem amo. Um dia, sei que elas vão me entender. É preciso aceitar os fatos como são. O prejuízo que sofremos ao longo de muitos anos, contado agora no livro da forma verdadeira e positiva como estou contando, não mais será prejuízo e sim superação. Gostaria de não ver mais ninguém passar pelo que nós passamos.
Obrigada a vocês, leitores, aos meus amigos, meu filho, meu pai, minha mãe, meu psicanalista, e à editora Rocco, por acreditarem em mim. Vamos prosseguir nossa luta, porque a vida é assim. Nada pode derrubar o amor. Esse amor que recebo de vocês me sustenta e me faz seguir em frente. Agora é viver!
Um beijo com carinho, Isa
  • http://www.blogger.com/profile/06947889323105403081 Ana Maria Saad

    Isa, vc está tirando debaixo do tapete aquela sujeira q todos sabem que esta la, mas q poucos tem a coragem de limpa-la! E isso é de extrema necessidade para a transformação social, porém são raros os que já tem essa visão.
    Ainda bem que vc tem! E vai contribuir para um novo momento da sociedade, onde a educação emocional e afetiva um dia serão naturais de serem ensinadas!
    Falar das profundezas da alma incomoda mesmo quem está a sua volta! E fazer isso porque se pensa no coletivo ao inves de apenas focar nos próprios interesses pessoais incomoda mais ainda porque essa força do Amor, no seu sentido mais profundo, é perturbadora mesmo!
    Parabéns a vc que sabe o que é o Amor!
    bjoka

    • Isabella Moraes

      Obrigada linda, bjss

  • Flavia

    Parabens pela coragem e determinacao!! O livro com certeza ajudara muitas familias!! Ansiosa pelo lancamento! Bjos